Decoração de Natal: como não errar

É bem comum a gente cair naquele pecado de sair comprando enfeites de Natal de todas as cores disponíveis. Há lojas que fazem também o que eu chamo de “pack de enfeites”, que eles pegam enfeites aleatórios, jogam em uma embalagem de acetato e vendem por um preço fixo. Mas será que é realmente boa ideia essa “facilidade” na hora de fazer nossa decoração de natal?

Eu já caí nessa armadilha aí, logo quando eu casei, há dois anos. No fim das contas, percebi que a maioria dos enfeites ficaram encostados por conta da desarmonia com o que eu buscava para cada ano.

Nem sempre a gente planeja o que vai fazer para o ano vigente o que fará na decoração de Natal. O que geralmente vejo é: as pessoas pegam o que tem em casa e saem espalhando os enfeites onde eles couberem. O que for de pendurar fica na árvore. A guirlanda fica na porta. Pronto.

Dá pra fazer melhor na decoração de natal

Vamos arrumar a bagunça. Não é porque está enfeitado que vai estar necessariamente bem decorado, certo? Mas não se assuste, há meios mais fáceis do que o que parece para deixar a decoração de natal mais harmônica e consistente.

Escolha uma paleta de cores

Que cores você vai querer usar nesse ano? Pense um pouco e escolha de duas a três cores. Considere a cor da sua árvore de natal como uma cor estática, ou seja, ela não precisa necessariamente entrar nessa paleta.

Por exemplo: esse ano eu escolhi o clássico Vermelho e Dourado, pois era o que eu já tinha em casa dos anos anteriores (juntamente com um monte de enfeites de outras cores do “pack de enfeites”, que ficaram guardados). Então tudo o que eu usei, além do verde da árvore e do festão, eram nas cores vermelho e dourado. Como quis combinar o verde com o rústico, usei bastante madeira. Então fechei três cores: vermelho, dourado e o marrom claro da madeira, além do verde estático.

Você também pode optar pelo monocromático. Nesse caso, você pode investir apenas em diferentes enfeites e diferentes texturas, para não deixar a decoração entediante.

Fui na casa de um amigo, e vi que sua mãe havia decorado a árvore de natal toda com a cor dourada. Ela usou diferentes enfeites, com texturas metálicas, foscas, brilhantes, com glitter. Ficou monocromático, porém variado e nada entediante. Ela ficou assim:

Árvore de Natal da Dora Moura, mãe do meu amigo Mateus Moura.

Use materiais semelhantes

Procure não usar muitos materiais diferentes e discrepantes. Busque uma harmonia de estilos. Por exemplo: se você vai usar madeira para dar um ar de rusticidade, use juta e materiais naturais para complementar, e para quebrar expectativas, pode usar algo verde, como a árvore de natal comum.

O que não fazer: usar festão prata com azul, uma árvore verde musgo, uma guirlanda de cipó, um pisca-pisca vermelho, enfeites de toda cor (acreditem, eu já vi isso).

Árvore verde com enfeites rústicos.

Use pisca-pisca de cores neutras

Usar o pisca-pisca nas cores branco quente ou branco neutro não tem erro. O efeito será luminoso, radiante e vai combinar com qualquer paleta ou material que você escolher. No caso de uma decoração mais rústica, o branco quente é mais recomendado, pois realça mais a rusticidade e aumenta mais ainda o aconchego característico do estilo.

Pisca-pisca branco quente.

Gostaram das dicas? Espero que vocês apliquem todas elas esse ano e nos próximos que virão também. Tem vários outros post de inspirações de natal que você pode conferir aqui.

Nas minhas redes sociais (você pode ver o Instagram da Fulô ao lado do post) e no meu Pinterest sempre tem dicas muito bacanas também que eu compartilho diariamente. Me sigam lá!

E não esqueçam: bebam água, façam carinho no gatinho, e até o próximo post!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *